Casa d'Aldeia é a casa original, a mais antiga habitação de minha cidade natal Cachoeira do Sul. Habitação, que, igual a cidade, apesar de tantos golpes de vento e borrascas sazonais teima em manter ao menos duas paredes de pé. Casa d'Aldeia é a minha casa. Seja bem vindo a ela!
twitter orkut facebook digg favorites mais

14 de jul de 2010

COMUNISMO DE FANCARIA

Poucos editores de notícias no Brasil são fontes de informação confiável "não contaminada" por mensagens subjacentes. Poucos não adotam a malícia para endereçar aos olhos e ouvidos de seus espectadores um conteúdo (linha editorial) de modo a favorecer e fortalecer seus interesses e pontos de vista. Dia desses o jornal nacional da tv globo, sem maiores pudores, ao falar sobre a ilha de Cuba chamou o regime de Castro de Comunismo. "Ilha comunista" foi a expressão exata utilizada pelo apresentador (âncora) do telejornal.
Meus caros, não sou ingênuo. Não creio em enganos & milongas ou má preparação intelectual de redatores que escrevem "escopeta" quando desejam se referir a uma carabina de repetição calibre 12. Não sou tolo e passei da idade de acreditar no acaso midiático. Esse abuso da "neurolinguística" só tem uma finalidade: Afirmar que a ilha de Cuba ora dirigida por Raul Castro, irmão de Fidel é, e sempre foi uma República Comunista. O que se trata de uma enorme inverdade. Fidel Castro,o "revolucionário" amigo de Tchê Guevara quando tomou o poder na ilha de Cuba não fez outra coisa senão comutar o nome do ditador no comando por lá. Destituindo Fulgêncio Batista, Fidel Castro se constituiu no novo ditador do país, assim permanecendo de fevereirode 1959 até fevereiro de 2008 quando passou o comando a Raul Castro seu irmão.
Cuba nunca experimentou um regime Comunista. Sempre esteve sob ditadores ora de direita, como Fulgêncio Batista, um títere dos Estados Unidos, ou sob o domínio dos irmãos Castro, ditadores que levaram a ilha de Cuba a mendicância sócio-política e econômica no cenário mundial.